O Curriculum Vitae (CV)

Ao iniciar a elaboração do seu Curriculum Vitae, deve ter sempre presente qual a sua finalidade. O seu objectivo será muito provavelmente conseguir que lhe seja concedida a oportunidade de ir a uma entrevista presencial. Ao concorrer a uma oportunidade de emprego, deve apresentar a sua candidatura como a mais vantajosa ao lugar que pretende ocupar, procurando destacar as suas capacidades.

Para que o seu CV consiga atingir o objectivo pretendido, pode seguir algumas dicas de elaboração. Em primeiro lugar, se vai responder a um anúncio, lembre-se que haverá mais candidatos, pelo que será necessário que o seu CV se destaque, que chame a atenção da entidade empregadora. Ao elaborar o seu Curriculum Vitae dê-lhe um toque diferente, o tipo de papel, a impressão, destaques com a utilização do bold, utilização de sublinhados ou usar dois tipos de letras, são algumas das hipóteses que pode utilizar para fazer o seu curriculum marcar a diferença. É importante que tenha noções que existem vários Modelos de Curriculum Vitae, por isso deve escolher o modelo que melhor se adapta ao que pretende e para a situação em específico.

Em média um profissional de selecção dedica 30 segundos a ler cada curriculum, por isso é importante que o seu curriculum não tenha nada que o denuncie de imediato. Não deve haver erros ortográficos, deve escrever de forma correcta os programas que domina em informática, caso seja esse o seu caso, e tenha algum cuidado com a sintaxe, o profissional que vai ler o seu curriculum convém que consiga compreender tudo na primeira leitura, porque se assim não for, devido ao elevado número de candidatos certamente que não irá perder muito mais tempo para compreender o seu CV. Deve procurar também detalhar a sua formação, sem entrar por cursos pouco relevantes, e é bastante importante que realce a sua experiencia, em qualquer que seja o campo.

Os pré-seleccionadores têm que sentir que o seu curriculum pertence a um candidato potencialmente válido. Nesta fase o pré-seleccionador tem duas ideias em mente, Será esta pessoa capaz de assumir as responsabilidades do posto a que se candidatou? E também, Posteriormente será capaz de se desenvolver no seu trabalho e alcançar posto de maior responsabilidade?

O seu CV deve incitar à acção, para isso é fundamental que o seu curriculum tenha os seus dados pessoais, não chega coloca-los unicamente no envelope. É bastante importante que os seus familiares e/ou amigos com quem vive saibam que está à procura de emprego e que há a possibilidade de uma empresa telefonar a perguntar por si, embora hoje em dia com os telemóveis e os emails os contactos para a residência sejam menos frequentes, mas podem acontecer pelo que se deve acautelar essa possibilidade.

Em suma, e citando um consultor da AIMS, José Kantek, “O curriculum é uma das melhores formas de marketing pessoal. É através dele que uma empresa avalia o perfil de um profissional”. Fica então a nota, procure promover-se da melhor forma possível.